sexta-feira, 18 de Março de 2011

Introdução

Este blogue vai falar e explicar diferentes formas de conhecimento, tais como o "Filosófico, Cientifico, Senso Comum e mítico-magico religioso".


O conhecimento filosófico consiste em pensar numa forma de  conhecimento que procura, com rigor a origem dos problemas.

O conhecimento científico consiste num conhecimento que procura descobrir o funcionamento da natureza e da sociedade através, principalmente, das relações de causa e efeito.

O conhecimento do senso comum consiste em aprender com a prática.

O conhecimento mítico-mágico consiste em doutrinas que contêm proposições sagradas, valorativas, por terem sido reveladas pelo sobrenatural.

Conhecimento Filosófico

O conhecimento filosófico vai corresponder a um tipo de conhecimento que procura, com rigor a origem dos problemas, mas muitas vezes imperceptíveis aos sentidos, articulando todos os aspectos da vida humana, numa abordagem integradora. É o conhecimento especulativo sobre os fenómenos. Surge a partir da reflexão e dos referenciais macroestruturas (paradigmas) adoptados.
“ O grande mérito da filosofia é justamente desenvolver no ser humano a possibilidade de reflexão ou capacidade de raciocínio”.
“ [...] caracterizado pelo esforço da razão pura para questionar o problemas humanos e poder discernir entre o certo e o errado, unicamente recorrendo às luzes da própria razão humana”

Ptolomeu

Conhecimento Científico

O conhecimento científico proporciona um conhecimento que procura descobrir o funcionamento da natureza e da sociedade através, principalmente, das relações de causa e efeito. Quer isto dizer que se procura construir um conhecimento objectivo, baseado nas características do objecto e com a mínima interferência do sujeito, recorrendo-se a métodos que visam manter a coerência interna de afirmações produzidas. Da aplicação da ciência resulta o conhecimento tecnológico.
Conhecimento obtido de modo racional, conduzido por meio de procedimentos científicos. Visa explicar os fenómenos que ocorrem. Utiliza instrumentos de análise e observação. O conhecimento científico vai além do empírico, procurando conhecer, além do fenómeno, suas causas e leis. “Actualmente a ciência é entendida como uma busca constante de explicações e de soluções, de revisão e de reavaliação de seus resultados, apesar de sua falibilidade e de seus limites”
     O Método Científico é um conjunto de regras básicas para um cientista desenvolver uma experiência controlada para o bem da ciência. No método científico, a hipótese é o caminho que deve levar à formulação de uma teoria. O cientista, na sua hipótese, tem dois objectivos: explicar um fato e prever outros acontecimentos deles decorrentes. A hipótese deverá ser testada em experiências laboratoriais controladas e, se os resultados obtidos pelos pesquisadores comprovarem perfeitamente a hipótese, então ela será aceita como uma teoria.
O método científico consiste das seguintes fases:
•    Observação de um facto;
•    Formulação de um problema;
•    Proposta de uma hipótese;
•    Realização de uma experiência controlada, para testar a validade da hipótese.

Einstein

Conhecimento Religioso / mítico / mágico

Apoia-se em doutrinas que contêm proposições sagradas, valorativas, por terem sido reveladas pelo sobrenatural, e por esse motivo, tais verdades são consideradas infalíveis, indiscutíveis e exactas.
É um conhecimento sistemático do mundo (origem, significado, finalidade e destino) como obra de um criador divino. Este conhecimento vem dar resposta aos medos e anseios do Homem, quando não consegue explicar um fenómeno.
Suas evidências não são verificadas. Está sempre implícita uma atitude de fé perante um conhecimento revelado.
O conhecimento religioso ou teológico parte do princípio de que as verdades tratadas são infalíveis e indiscutíveis, por consistirem em revelações da divindade, do sobrenatural.
A Igreja defendia na Idade Média a teoria geocêntrica, o Galileu vieram comprovar que a Terra anda à volta do Sol.

Galileu

O senso comum

Senso comum (ou conhecimento vulgar) é a primeira suposta compreensão do mundo resultante da herança fecunda de um grupo social e das experiências actuais que continuam sendo efectuadas (emprego). O senso comum descreve as crenças e proposições que aparecem como normal, sem depender de uma investigação detalhada para alcançar verdades mais profundas como as científicas.


Agricultor

Conclusão

Com este trabalho, concluímos que as formas de conhecimento mudaram muito ao longo da história da humanidade. Primeiro aparecer o conhecimento mítico-mágico (religião), onde se acreditava em proposições sagradas. Juntamente com este existiu o conhecimento do senso comum, em que englobava toda a população, mas mais tarde com a civilização grega, apareceu a democracia e a filosofia. Com isto , falava-se do bem, do mal e da ética.
Com a famosa revolução industrial apareceram coisas novas, tais como coisas técnicas e coisas científicas. As coisas defendidos por suposições, por crenças religiosas e por práticas diárias foram alteradas por explicações na base dos métodos científicos.